Artigos e notícias

Brincar para aprender

Publicado por Carlos Ramos em

Brincar para aprender

Vários autores reconhecem que a promoção de atividades que favoreçam o envolvimento da criança em brincadeiras têm função pedagógica. Ou seja, a atividade lúdica é um fator promotor de desenvolvimento físico, linguístico, cognitivo, emocional e social. É uma forma de conhecer e explorar o mundo que a rodeia, descobrindo, observando, imitando, construindo e até inventando. Brincadeiras ao ar livre e nas quais a criança exercite o corpo, danças, corridas, andar de bicicleta, Macaquinho do Chinês, por exemplo, permitem-lhe aumentar resistência, força, velocidade e coordenação desenvolvendo-se a nível motor. Comunicar, partilhar, cooperar, esperar pela sua vez, tomar decisões, cumprir regras, empatizar,...

Ler mais →

Quando é que eu posso brincar?

Publicado por Carlos Ramos em

Quando é que eu posso brincar?

Quando é que eu posso brincar? Atualmente a maioria das crianças em idade escolar frequenta atividades extracurriculares, benéficas para o seu desenvolvimento a vários níveis. Porém, há crianças que têm o tempo tão preenchido que chegam a ficar sobrecarregadas. Muitas crianças não dispõem de tempo para estarem, simplesmente, sem fazer nada, o que lhes é prejudicial. Um relatório da American Academy of Pediatrics (AAP) reforçou que as crianças precisam de brincar e de ter tempo livre. Brincar, entre outros benefícios, estimula o desenvolvimento emocional da criança. A perda de tempo associada a um estilo de vida acelerado, pode ser uma...

Ler mais →

Estaremos a envenenar as nossas crianças com brinquedos?

Publicado por Carlos Ramos em

Estaremos a envenenar as nossas crianças com brinquedos?

Estaremos a envenenar as nossas crianças com brinquedos? Sim, esta pergunta parece um exagero e um alarmismo: afinal, que mal é que os brinquedos podem fazer? Claro que todos temos (ou deveríamos ter) a preocupação de dar brinquedos apropriados à idade das crianças e de os escolher tendo em conta a existência de peças demasiado pequenas ou quebráveis (não tenham as criaturas a infeliz ideia de achar que esses objectos servem para acabar com aquele ratinho que sentem na barriga). Mas serão apenas esses os cuidados que nós, pais e cuidadores, devemos ter com a escolha dos brinquedos? Ou deveremos...

Ler mais →

Brinquedos para rapaz e brinquedos para rapariga?

Publicado por Carlos Ramos em

Brinquedos para rapaz e brinquedos para rapariga?

O que pensar de blocos de construção em embalagem azul com a frase “Para meninos” e em embalagem rosa com a expressão “para meninas”? O que dizer quando se encontram à venda frases magnéticas com opção para rapaz e para rapariga? A distinção dos objectos de brincadeira por sexo reflecte a crença de que há interesses inatos diferentes consoante o género. Em bom rigor, apenas reflecte estereótipos sociais e culturais que em nada contribuem para um crescimento saudável. Essa distinção reforça, de resto, a ideia errada de que há muito mais que separa homens e mulheres do que semelhanças. E...

Ler mais →

Dez sugestões para tornar a sua semana mágica

Publicado por Carlos Ramos em

Dez sugestões para tornar a sua semana mágica

  1- Ensine uns truques de magia aos miúdos Pode encontrar alguns truques fáceis aqui. 2 – Organize uma expedição de procura de graffitis Tire fotos dos graffitis mais interessantes. É uma boa forma de fazer um passeio diferente. 3 – Escreva algo inesperado norolo de papel higiénico e enrole-o de novo 4 – Seja outra pessoa Escreva os nomes de personagens (Bela adormecida, Chuck Norris, Mickey Mouse, …) ou atributos de pessoas (Anna da Suécia, Vladimir da Rússia,…) em pequenos papeis, coloque-os dentro de sacos, faça um sorteio entre todos os elementos da casa e torne-se essa pessoa durante...

Ler mais →